Publicado em: quarta-feira, 21/11/2012

Julgamento do goleiro Bruno – júri é adiado para janeiro de 2013

Julgamento do goleiro BrunoO goleiro Bruno Fernandes, que está sendo acusado de ter mandado matar a modelo Eliza Samúdio, teve o seu júri adiado para o começo do ano que vem. A pedido dos advogados dele, agora o júri acontecerá no dia 21 de janeiro de 2013.

Nesta quarta-feira, dia 21 de novembro, o advogado Lúcio Adolfo da Silva começou a fazer parte dos grupo de cinco advogados que atuam na defesa de Bruno e foi ele quem fez o pedido de adiamento do júri.

Por conta dessa alteração, no Tribunal do Júri que está sendo realizado agora só serão julgados Luiz Henrique Romão, mais conhecido como Macarrão, e Fernanda Gomes de Castro, que é ex-amante do goleiro Bruno.

O advogado Lúcio Adolfo da Silva disse que não teria condições de trabalhar na defesa de Bruno por não conhecer os autos e por isso pediu que o júri fosse adiado. Segundo as informações dadas pelo advogado, ele nunca leu uma linha do processo em que o goleiro Bruno é réu.

O promotor do caso, Henry Castro, se manifestou ser contra o adiamento do júri, já que, segundo ele, os advogados do goleiro Bruno estavam indo contra o Código de Processo Penal brasileiro numa tentativa de manobrar o julgamento do réu. Mesmo assim, a juíza aceitou o pedido feito pela defesa do goleiro, aceitando o desmembramento do processo.

Primeiramente, a juíza Marixa Fabiane marcou o novo julgamento do goleiro para o dia 14 de janeiro. Mas depois que o promotor disse que estaria voltando de férias nesse dia, ela resolveu adiar o julgamento para o dia 21.

Enquanto o julgamento continua, a juíza aprecia o pedido feito pela promotoria para que cinco ou seis testemunhas sejam impugnadas. Isso porque elas teriam sido vistas usando o telefone celular, o que é proibido.