Publicado em: quarta-feira, 21/11/2012

Julgamento do goleiro Bruno – acusado pede destituição da defesa

Julgamento goleiro BrunoMuita polêmica está cercando o julgamento do goleiro Bruno, acusado de matar a ex-amante Eliza Samudio. No segundo dia de julgamento, Bruno Fernandes solicitou a destituição dos advogados de defesa Rui Pimenta e Francisco Simim, na terça-feira (20). O julgamento está acontecendo no Fórum de Contagem, em Minas Gerais. A juíza que preside o júri, Marixa Fabiane, encarou o pedido como uma forma de conseguir adiar o julgamento.

Depois de Bruno ter pedido um novo prazo para a juíza, ela afirmou que o acusado estaria solicitando a destituição de Simim na tentativa de desmembrar o julgamento e negou o pedido. Bruno argumenta que poderia ser prejudicado pelo fato de Simim estar também defendendo sua ex-mulher, outra acusada no processo. Para evitar que o adiamento fosse conquistado, a juíza determinou que somente a ex-mulher, a ré Dayanne Rodrigues, seja julgada em outra data.

O julgamento já começou tumultuado, quando a juíza determinou multo aos advogados do acusado conhecido como Bola, o ex-policial Marcos Aparecido dos Santos. Eles deixaram o júri iniciado na segunda feira (19) e a magistrada encarou esta atitude como injustificada.

Para cada um dos defensores a multa aplicada é de R$ 18.660, o que equivale a 30 salários mínimos atuais. No total, os dois terão até 20 dias para pagar a bolada de R$ 55.980, de acordo com esta decisão da magistrada. O segundo dia de julgamento contou com os depoimentos das testemunhas de acusação.

Durante o primeiro dia, o júri ouviu o ex-motorista do goleiro Bruno Fernandes, Cleiton Gonçalves. Além do acusado goleiro Bruno, outros três réus serão julgados por cárcere privado e Eliza e seu posterior assassinato. Entre eles está Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão.

As testemunhas de defesa somente serão ouvidas após a conclusão dos depoimentos das testemunhas de acusação. O julgamento tem previsão para durar pelo menos duas semanas, mas este calendário seguia com a antiga formação. Já que foi desmembrado, mudando a data do júri da ex-mulher de Bruno, a previsão é que termine ainda esta semana.