Publicado em: sábado, 11/02/2012

Julgamento de 38 presos para a cidade de Mairinque

O fórum de Mairinque, interior paulista, precisou ter suas ruas fechadas e o auxilio de reforço policial nesta sexta-feira (10). A agitação na cidade ocorreu devido às audiências de 38 presos ligados ao PCC e envolvidos com roubos de caixas eletrônicos, comércio de armas e tráfico de drogas.

Os acusados estavam algemados e com os pés acorrentados. O receio era de que pela importância da quadrilha, houvesse tentativa de resgate dos presos. Um grande esquema de segurança foi montado para a operação, o primeiro comboio penitenciário chegou às 9h10, trazendo as mulheres presas durante a Operação Tarrafa da Polícia Civil.

Os demais foram chegando ao poucos, e sempre escoltados pela Polícia Militar e contando com o apoio do helicóptero Águia. Já os familiares dos presos se aglomeraram no lugar, gritando e acenando a cada chegada. As investigações começaram há um ano e todas as prisões aconteceram durante o ano passado, em cidades como Mairinque, Cotia e São Paulo.

A movimentação incomum na cidade foi tão grande que muitos comerciantes optaram por baixar as portas. Segundo o delegado José Humberto Urban Filho, o julgamento é um dos maiores de que se tem notícia, pois além de um grande número de pessoas envolvidas na quadrilha, “trata-se de uma grande organização, com membros perigosos e importantes no tráfico de drogas e armas”.