Publicado em: terça-feira, 06/03/2012

Jovem é preso por ameaçar Obama de morte através de rede social

O músico Joaquin Amador Serrapio Junior, de 20 anos, foi preso por ameaçar o presidente norte-americano, Barack Obama, de morte através do Facebook. O jovem criou um perfil falso na rede social com o nome de Jay Valor e, com esta página, publicou várias mensagens ameaçadoras sobre a visita do chefe de Estado na Universidade de Miami, que iria acontecer no dia 23 de fevereiro. O músico foi detido pelo Serviço Secreto dos Estados Unidos acusado de “ameaça à segurança nacional”.

Joaquin colocou as mensagens também em sua conta no Twitter. A CIA resolveu evitar que qualquer coisa acontecesse com Obama em sua visita ao estabelecimento de ensino, e decidiu prender o jovem, por mais que não houvesse nenhum indício de que aquelas mensagens fossem realmente sérias ou não se passagem uma brincadeira de muito mau gosto. O rapaz pode pegar até cinco anos de detenção.

Mensagem mandava todos gravarem o acontecimento

Tudo começou com uma mensagem no dia 21 de fevereiro, em que o jovem escreveu: “Quem quer me ajudar a assassinar ‘Obummer’ em sua visita na UM (Universidade de Miami) nesta semana?”. Mais tarde, o músico colocou mais uma mensagem em sua página na rede social: “Para aqueles que vão para a UM para ver Obama hoje, preparem as câmeras de seus celulares porque, a qualquer momento, eu vou colocar uma bala na cabeça dele, e você não vai querer perder isso! YouTube!”.

Joaquin admitiu que escreveu as mensagens em seu depoimento. Os oficiais buscaram por mensagens no celular do jovem que pudessem servir como prova para incriminá-lo. De acordo com o site Daily Mail, o jovem afirmou, em sua declaração a polícia, que poderia ser morto. No dia 9 de março Joaquin será submetido a uma avaliação de saúde mental. No momento, o músico está livre porque pagou fiança para ser libertado.