Publicado em: quinta-feira, 10/11/2011

Jornalistas soterrados depois de terremoto na Turquia chamam equipe de resgate por celular

Um hotel na Turquia desabou após um novo terremoto e alguns jornalistas ficaram soterrados. Para chamarem a equipe de resgate, os profissionais conseguiram usar os telefones celulares. As informações foram passadas pelo cinegrafista Ozgur Gunes, que afirmou que os jornalistas estavam no hotel Bayram, um dos que desabaram com o terremoto de 5,6 pontos de magnitude na quarta-feira.

Os jornalistas ainda não foram resgatados, mas as equipes de resgate tentam abrir túneis para retirá-los dos escombros. Uma japonesa que estava soterrada há seis horas conseguiu ser salva. A agência turca de notícias, Dogan, afirmou que dois jornalistas de sua equipe de reportagem estão desaparecidos.

Aproximadamente 40 jornalistas estavam no hotel. Eles estavam fazendo reportagens sobre a reconstrução da cidade de Van, que foi atingida por um terremoto de outubro. Jonathan Head, repórter da BBC, afirmou que vários edifícios estavam correndo risco de desabar depois dos tremores do mês passado. Em consequência do terremoto da quarta-feira, 26 edifícios caíram, mas somente três deles estavam ocupados.

O terremoto desta semana foi menos forte do que o que aconteceu em outubro, mas seu epicentro foi mais perto de Van. As equipes de resgate afirmam que 23 pessoas foram encontradas com vida, porém, mais de cem vítimas ainda estão desaparecidas. Muitas pessoas que foram atingidas com os tremores do mês passado ainda dormem em barracas nas ruas da cidade.