Publicado em: quinta-feira, 10/03/2011

Jornalista brasileiro é detido na Líbia

O jornalista brasileiro Andrei Netto foi detido na cidade de Sabratha, na Líbia, por ordem do governante Muammar Khadafi.

Correspondente do jornal O Estado de São Paulo, Netto estava sem manter contato com a publicação há cerca de uma semana. O jornalista estava no país africano para cobrir a crise política que ocorre na Líbia.

Andrei Netto foi detido, explicou o governo da Líbia, por não ter todos os documentos necessários para trabalhar no país africano. O correspondente do ‘Estadão’ recebeu abrigo na Embaixada Brasileira na Líbia, quee negociou sua saída do país.

Políticos brasileiros, além do Itamaraty, negociaram junto ao governo da Líbia a libertação de Netto. O jornalista teve seu pedido de libertação aceito ainda na quinta-feira (10). Netto era correspondente do Estadão em Paris, e foi designado para cobrir a série de protestos contra Muammar Kadhafi.