Publicado em: sábado, 22/06/2013

Jornada Mundial da Juventude pode ser comprometida pelas manifestações

Jornada Mundial da Juventude pode ser comprometida pelas manifestaçõesGilberto Carvalho, ministro da Secretaria-Geral da Presidência, promoveu reunião nesta sexta-feira, dia 21, para discutir as ações que vão preparar a realização da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, e que iniciará no dia 22 de julho. Carvalho avia que os protestos que estão acontecendo no Brasil inteiro possa comprometer a Jornada, que trará o papa Francisco ao Brasil.

Conforme o secretário, é preciso que a comissão organizadora esteja devidamente preparada para o caso de manifestações acontecerem durante o evento. O ministro ainda disse lamentar as ações de depredação e vandalismo que aconteceram em diversas cidades do país. Ele afirmou que a secretaria vai trabalhar para que a sociedade contenha as ações de violência.

Carvalho apontou ainda que a organização do evento possui várias preocupações e complicações que terão de ser trabalhadas. O secretário garante que não vai poupar esforços para que a jornada seja um sucesso e adiantou que a presidente Dilma Rousseff também se preocupa com a situação. Na reunião, que foi fechada para a imprensa, o secretário afirmou que estas ações de violência, que não contribuem em nada para o país deverão ser impedidas.

Ele diz não conseguir aceitar a destruição e depredação da Catedral Metropolitana de Brasília e do Palácio do Itamaraty.