Publicado em: quinta-feira, 27/06/2013

Joinville – Irmãos Badalo foram a júri popular nessa manhã

Joinville - Irmãos Badalo foram a júri popular nessa manhãDurante esta manhã os irmãos Badalo acusados por tentativa de homicídio foram a julgamento no Fórum de Joinville, os crimes espalharão medo na região sul da cidade.

Carlos Alexandre e Joicelene foram a júri popular por duas tentativas de homicídios ocorridas em 2010. Segundo denúncia do Ministério Público a acusada Joicelene encomendou a morte de uma moradora de um bairro da zona sul de Joinville à mando de Carlos Alexandre Correa, 27 anos.

A vítima teria sido jurada de morte por testemunhar contra Carlos em outro processo, durante a tentativa de homicídio, a vítima estava com outra mulher no pátio de sua casa quando ocorreram os disparos, uma delas foi atingida na cabeça e a outra escapou.

Anderson Daniel Correa, 25 anos, parente dos irmãos Badalo, é um dos acusados de realizar os disparos, mas ele não foi a júri hoje porque apelou da decisão no Supremo Tribunal Federal. Outro suspeito dos disparos foi morto em confronto com policiais. A investigações apontam a mais dois homens envolvidos no caso, mas respondem ao processo separadamente.

Com uma forte suspeita de tráfico de drogas e ordens de execução a família Badalo ficou na mira da justiça no final de 2010 e início de 2011. Mesmo preso em 2009, Carlos Alexandre continuava a comandar o tráfico de drogas. A quadrilha formou uma forte rede de criminalidade com uma estrutura organizada que distribuía tarefas para a prática de diversos crimes. O líder da quadrilha encomendou cinco assassinatos mesmo estando preso. Joicelene foi presa em 2011 acusada de tráfico de drogas, foi absolvida mas continuou presa devido ao julgamento desta quinta.

Durante o decorrer do processo a defesa alegou a falta de provas. Porém o Ministério Público afirma que existem elementos suficientes e depoimentos que demonstram os indícios de tentativas de homicídios.