John Travolta escondeu que seu filho era autista até a morte do garoto

John Travolta escondeu a notícia que seu filho era autista Depois que seu filho morreu, o ator John Travolta teve dificuldades para lidar com a situação. A estrela de Os Embalos de Sábado à Noite era para de Jett, que morreu em janeiro de 2009, com 16 anos.

John, que está com 59 anos, perdeu o filho que sofreu diversas convulsões e acabou falecendo. Ele também é pai de Benjamin, de 3 anos e Ella, de 13 anos, frutos de seu relacionamento com Kelly Preston. Segundo ele, a morte do filho é a coisa mais triste que aconteceu em toda a vida.

Travolta falou com Barry Norman, durante o Q&A, na cidade de Londres no último domingo, onde falou que sabia que o filho não conseguiria resistir, mas sentiu muita dificuldade para aceitar a sua morte e se sentir bem.

Foi só depois que Jett morreu que os pais aceitaram que o garoto era autista e sofria frequentemente convulsões. O casal não acreditava que o autismo existia por causa da religião que seguiam, a Cientologia.

No entanto, o ator explica que também foi graças a religião, polêmica e considerada dona de doutrinas controversas, que conseguiu aceitar a morte do filho e superar o que aconteceu. Para ele, a Cientologia salvou a sua vida em vários momentos.

Para completar, Travolta declarou que se sente grato a Cientologia por permanecer ao seu lado por dois anos, o apoiando todos os dias. Segundo ele, os colegas não o deixavam de folga por um dias, trabalhando sempre com técnicas que o ajudaram a superar a perda e a dor, assim fazendo com que ele percebesse que o que aconteceu não o impediria de continuar vivendo.

No programa, Travolta também recebeu uma homenagem. Ao vivo, ele ganhou um bolo para celebrar o seu aniversário. Dentro de alguns dias ele completa 60 anos. Além disso, participantes da plateia foram chamados ao palco para aprender passos de dança com o ator.

+ Famosos

Buscar

Curtir