Publicado em: quinta-feira, 21/06/2012

Jogos Olímpicos – Tiago Splitter minimiza bronca de técnico

O pivô da seleção brasileira de basquete Tiago Splitter concedeu entrevista na última quarta-feira (20), onde comentou a a preparação da equipe para os Jogos Olímpicos de Londres, que iniciam no dia 27 de julho, além de falar sobre a sua temporada na NBA, onde defende a equipe do San Antonio Spurs.

O jogador aproveitou para comentar um fato recente que ocorreu em sua passagem pelo time americano e que ganhou repercussão. No último jogo da final da Conferência Oeste, Splitter acabou sendo alvo de uma bronca do técnico Greg Popovich, que o sacou 39 segundo após o brasileiro entrar em quadra. Irritado com uma falha do brasileiro, o treinador não escondeu sua irritação com Splitter.

No entanto, o pivô brasileiro minimizou o fato. Afirmou que foi uma ‘bola de neve’, uma bronca normal, que Popovich costuma dar na maioria dos jogadores do elenco dos Spurs, mas que ganhou uma visibilidade muito maior por se tratar de um jogo decisivo, e que a sua equipe veio a perder e consequentemente foi eliminada da liga norte-americana de basquete.

Splitter afirmou que o temperamento de Popovich remete a este tipo de atitude em quadra, mas que isso não significa que o relacionamento dele com determinados jogadores (inclusive o próprio brasileiro) seja ruim. O pivô da seleção afirmou que outros jogadores, caso do francês Tony Parker, também haviam sido vítimas da irritação do técnico nas finais.

A respeito da preparação do Brasil para as Olimpíadas, Splitter demonstrou otimismo no grupo que está treinando em São Paulo, sob o comando do técnico Rubén Magnano. O pivô ressaltou o fato de outros jogadores da NBA, caso de Nenê e Leandrinho, que não estavam no grupo que foi vice no Pré-Olímpico do ano passado, irem para os Jogos de Londres. Na análise de Splitter, o time brasileiro terá como principais características a força dentro do garrafão e na defesa.