Publicado em: sexta-feira, 22/06/2012

Jogos Olímpicos – Nadador brasileiro é pego no antidoping

O nadador brasileiro Gláuber Silva, classificado para a prova dos 100 metros nado borboleta nos jogos Olímpicos de Londres, juntamente com outros dois nadadores, foi flagrado em exame antidoping. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (22) pela Autoridade Brasileira de Dopagem.

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) não deu mais detalhes sobre o caso, apenas que os atletas flagrados terão de explicar perante a entidade em painel, na terça-feira (26). Até lá não podem ser divulgadas, por exemplo, que substâncias ou quantidade que foram atestadas nas amostras de sangue coletadas.

Além de Gláuber, as nadadoras Flávia Delaroli e Pâmela Souza – que não têm índice para os Jogos de Londres – também teriam sido flagradas no exame. As amostras teriam sido coletadas durante a disputa do Troféu Maria Lenk, disputado no Rio de Janeiro, em abril deste ano. Nenhum dos três atletas se manifestou sobre o caso.

Beneficiado pelo programa do governo federal ‘Bolsa-Atleta’, Gláuber teve a sua remuneração temporariamente suspensa. De acordo com a justificativa dada pelo Ministério do Esporte, trata-se de uma medida protocolar, tomada automaticamente quando algum bolsista é suspenso, ainda que temporariamente.

Este não é o primeiro caso de doping envolvendo um nadador brasileiro. Cesar Cielo, Henrique Santos, Nicholas Barbosa e Vinícius Waked, flagrados pelo uso da substância diurética furosemida. A CBDA optou em punir Cielo, Santos e Barbosa com uma advertência, enquanto que somente Waked foi suspenso.