Publicado em: quinta-feira, 28/06/2012

Jogos Olímpicos – Futebol feminino apela para psicóloga

Os recentes fracassos em momentos decisivos fizeram a seleção brasileira de futebol feminino adotar a estratégia de incluir uma psicóloga na comissão técnica. A medida repete o que fez a seleção de vôlei do Brasil, quatro anos atrás, quando também vivia sob a estigma de ‘amarelar’ em momentos decisivos.

O time de futebol feminino do Brasil acumula duas medalhas de prata nas Olimpíadas, obtidas em jogos onde foram melhores que os Estados Unidos, mas acabaram fraquejando em momentos decisivos. A seleção ainda soma um vice-campeonato Mundial em 2007 após perder uma cobrança de pênalti que poderia dar o título inédito. Na Copa do Mundo do ano passado o Brasil voltou a fracassar diante das americanas, desta vez nas quartas de final, nos pênaltis, após sofrer um gol de empate nos acréscimos.

Visando acabar com este estigma, o Brasil passou a incluir uma psicóloga na equipe. Maria Helena Antunes foi integrada à comissão técnica com a missão de trabalhar o lado emocional das atletas, e irá atuar em conjunto com o técnico Jorge Barcellos. De acordo com o treinador, a intenção é fazer com que as jogadores superem estes fracassos acumulados nos últimos anos.

A estratégia foi adotada nos Jogos Olímpicos de Pequim, pelo técnico José Roberto Guimarães, que passou a contar com os trabalhos da psicóloga Sâmia Hallage. O time de vôlei vinha de derrotas em momentos decisivos, como na semifinal para a Rússia nos Jogos de Atenas (após ter desperdiçado sete match points), ou o revés para Cuba na final dos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007. A presença de uma psicóloga acabou funcionando, já que o Brasil faturou o ouro em Pequim.

No futebol feminino, o Brasil irá tentar mais uma vez a conquista de uma inédita medalha de ouro em Olimpíadas. No grupo E, o time treinado por Jorge Barcellos fará sua estreia diante de Camarões, no dia 25 de julho, em Cardiff, País de Gales. Em seguida as brasileiras terão pela frente a Grã-Bretanha, no dia 28, e a Nova Zelândia, no dia 31.