Publicado em: quarta-feira, 22/01/2014

Jogo Walking Dead ajuda alunos nas aulas de ética na Noruega

Jogo Walking Dead O jogo de zumbis “The Walking Dead” foi usado pelo professor Tobias Staaby em uma escola de Bergen (Noruega). Segundo Staaby o game é muito bom para dialogar sobre temas morais e teóricos.

Consistindo em obrigar o jogador a criar decisões em situações inusitadas, o personagem Lee Everett tem ações que podem levar a morte de algum outro personagem.
O professor disse em entrevista para o site NRK que as decisões no jogo The Walking Dead podem possibilitar aos seus alunos uma aplicação e discussão da ética de uma maneira que os envolve cada vez mais no assunto. Esse é o objetivo do jogo, criar situações que em qualquer outro modo eles não conseguiriam pensar.

A cada situação do jogo é efetuado uma pausa para uma discussão em conjunto entre os alunos, para ver qual decisão vão chegar e qual acordo devem tomar. Depois discutem o porque das escolhas e as eventuais consequências do personagem na história. Os alunos jogaram por duas semanas e no final disseram que se sentiram mais comprometidos com a matéria.
Segundo Staaby a discussão sempre era feita sobre que eles fizeram, geralmente isso acontecia com um filme, mas quando ele utiliza o game na sala de aula, possibilita a discussão do que devem fazer naquele momento e o porque daquela ação.

O jogo tem como base a serie The Walking Dead para os consoles e tem como objetivo principal a sobrevivência, é contada a história de um conjunto de pessoas que estão tentando escapar e tentando se adaptar ao mundo que está sendo dominado por zumbis.
Na TV a série teve sua estreia em 31 de outubro de 2010 nos Estados Unidos e é baseada nos quadrinhos.