Publicado em: segunda-feira, 15/07/2013

Jogadores de ‘League of Legends’ são reconhecidos atletas nos EUA

Jogadores de 'League of Legends' são reconhecidos atletas nos EUAO governo norte-americano reconheceu como atletas profissionais os gamers que são jogadores do jogo “League of Legends”, um game de gênero ação realizado de forma Multiplayer Online Battle-Arena ou MOBA, ou seja, online.

Os Estados Unidos da América como considera agora os gamers do jogo “League of Legends” como atletas profissionais começou a fazer a emissão de vistos de trabalho com o intuito destes atletas representarem em participações de torneios seu país no mundo.

Segundo informações publicadas no portal da área “GameSpot”, esta foi uma iniciativa que aponta que existe a importância dos jogos eletrônicos para governo do país e que começou com o da Riot Games, uma empresa que fez o desenvolvimento desenvolve do game de computadores além de promover os campeonatos de abrangênciaa mundiais de títulos.

Esta medida realizada pelo governo norte-americano facilita que os gamers ciberatletas de “League of Legends” façam sua entrada no país para disputar o torneio mundial, que vai acontecer no dia 4 de outubro deste ano em Los Angeles.

Nick Allen que é o gerente de esporte eletrônico da companhia declarou também ao mesmo site que esta medida do governo também torna mais fácil para a organização dos torneios de âmbito mundiais, pois os jogadores passam a ter reconhecimento oficial como atletas profissionais pelo governo norte-americano, de acordo com ele.

Jogadores brasileiros e vaga para final de outubro

Os jogadores ciberatletas brasileiros podem também disputar suas vagas na final do Campeonato Brasileiro de “League of Legends”, este acontece aqui, na Capital paulista nos dias que vão de 19 até 21 de julho e o premio será no valor de 60 mil dólares.

Aqueles que vencerem esta etapa que tem também a função classificatória para o evento Gamescom, vão participar dele, na Alemanha e vencendo lá, vão também para Los Angeles onde acontece a final mundial.