Publicado em: terça-feira, 09/09/2014

Jô Soares retorna ao trabalho com bom humor

Jô Soares retorna ao trabalho com bom humorNesta segunda-feira, dia 8, o apresentador Jô Soares retomou as gravações de seu programa, na cidade de São Paulo. Ele ficou afastado do programa devido a uma infecção nos pulmões e ficou 22 dias no Hospital Sírio-Libanês, antes de receber autorização médica para continuar a recuperação em casa.

Jô retornou ao trabalho recebendo o historiador Marco Antonio Villa, o ufólogo Chico Penteado e também o ator e cantor Chay Suede no seu famoso sofá. Quando entrou no palco Jô chamou atenção do sexteto, dizendo que achou que o grupo tinha o abandonado.

O apresentador também agradeceu o apoio que recebeu dos fãs e disse que é bom morrer as vezes para ver o que acontece, se referindo aos falsos boatos sobre sua morte. Ele lembrou que foi dito que ele teve espinhela caída e uma parada cardíaca. Ele disse que gostou de ficar no hospital, pois não há trânsito nem assaltos, mas pediu que a TV fique desligada em horário eleitoral, quando estiver na UTI.

Jô apareceu sem barba em seu retorno e explicou que mudou o visual para despistar os jornalistas quando saiu do hospital. Ele contou que saiu pelos fundos, escondido, pois havia um batalhão na porta a sua espera. Contou que uma equipe de jornalistas ligou para Drauzio Varella questionando se valia a pena manter a equipe diante do hospital, depois que Jô já estava em casa, e recomendou ainda que a equipe usasse um café perto do hospital.

Para finalizar, Jô explicou que não pretende processar quem deu origem aos boatos sobre a sua morte, pois achou divertido. Ele lembrou que é amigo de Drauzio há anos e as pessoas começaram a fazer a ligação errada sobre o motivo da visita, pelo fato do médico ser oncologista, dizendo que Jô estava com câncer. Bem humorado, o “gordo” questionou o que as pessoas diriam se Drauzio fosse ginecologista. Ele disse que se sentiu lisonjeada com tanta atenção.