Publicado em: terça-feira, 13/03/2012

Japão comprará títulos da China pela primeira vez

Nesta terça-feira, o Japão anunciou que irá comprar pela primeira vez títulos da dívida do governo da China. A confirmação foi dada pelo ministro de Finanças do Japão, Jun Azumi, que afirmou que o país recebeu a permissão de Pequim para adquirir os títulos, que serão no valor de US$ 10,3 milhões. De acordo com as declarações publicadas pelo jornal econômico “Nikke”, o país oriental recebeu a permissão das autoridades chinesas no dia 8 de março.

Em uma entrevista coletiva realizada hoje, Jun Azumi afirmou que o valor a ser pago é adequado para “impulsionar as relações econômicas entre os dois grandes parceiros comerciais”, mesmo com diversas tensões políticas ao longo da história. O ministro das Finanças, no entanto, disse que o governo do Japão só iniciará a compra dos títulos da China daqui vários meses. Isso porque Tóquio ainda irá avaliar as condições de mercado.

Primeiro acordo chinês com estas características

Esta é a primeira vez na história que a China assina um acordo com estas características com uma das maiores economias de todo o mundo. A China não autoriza que investidores falam a compra livre dos papéis relacionados à sua dívida. Só concedem a permissão depois que o Banco Central do país autoriza a compra.

Pequim, no entanto, já investiu muito na dívida do governo do Japão, em uma tentativa de transformar suas reservas de dólares em ienes. Esta moeda é considerada como um “refúgio” nos momentos em que não se tem certeza diante dos riscos de instável economia mundial. A China se tornou um dos maiores compradores de títulos públicos, adquirindo não apenas na Europa como também nos Estados Unidos.