Publicado em: sábado, 18/02/2012

Itália fica sem pilotos na Fórmula-1

O piloto Jarno Trulli anunciou nesta sexta-feira (17) que estava encerrando a carreira na Fórmula-1. Com isso, a Itália, pela primeira vez em mais de 40 anos não terá um representante no grid da temporada da principal categoria do automobilismo.

A Caterham anunciou que o piloto russo Vitaly Petrov irá substituir Trulli nesta temporada, e com Vintantonio Liuzzi perdendo a vaga na HRT para o indiano Narain Karthikeyan, deixa um país fanárico pela Fórmula-1 órfão de pilotos, restando a torcida pela escuderia Ferrari.

Desde 1969 a categoria sempre teve ao menos um piloto italiano, e Trulli afirmou que este fato é uma vergonha. Porém Trulli argumentou que este é um problema que já vinha sendo ‘prenunciado’ há muitos anos, e é resultado de um cenário onde não há apoio para os pilotos do país.

O aspecto financeiro também contribui para que a Itália fique fora do grid da Fórmula-1 da temporada que inicia dia 18 de março na Austrália. Petrov e Karthikeyan conseguiram seus lugares nos cockpits graças a patrocínios que bancaram suas participações.