Publicado em: terça-feira, 11/06/2013

Itália enfrenta Haiti hoje em amistoso

Itália enfrenta Haiti hoje em amistosoOs italianos chegaram nesta semana com muita elegância no desembarque do aeroporto internacional Tom Jobim. Ternos e gravatas. Parecem levar muito a sério a Copa das Confederações – que inicia no sábado (15), com Brasil e Japão, às 16h, no estádio Nacional, em Brasília (DF). Nesta terça-feira (11), às 15h45, a Azurra faz um amistoso contra a seleção do Haiti, que serve de preparação antes do duelo contra o México, no Maracanã, domingo (16). O dinheiro dos ingressos será revertido para o país da América Central, que ainda sofre com os estragos dos terremotos de 2010.

Tudo indica que o rival do Brasil deve iniciar com time reserva para dar ritmo à todos os jogadores do plantel. A seleção brasileira só joga contra a Itália em 22 de junho, mas é preciso prestar atenção em todos os detalhes e Felipão e seus convocados devem estar de olho nesse jogo, em São Januário, no Rio de Janeiro.

Pelo lado da Azurra, é possível que o treinador Cesare Prandelli esconda suas principais forças diante da fraca seleção haitiana. É claro que os europeus querem vencer, sempre. Mas o time reserva deve ser qualificado o suficiente para passar fácil pelo adversário. Por isso, a equipe já foi escalada com reservas. Imagina-se que Balotelli e El Shaaravy, principais nomes no ataque italiano, devam entrar em algum momento da segunda etapa, para a alegria dos torcedores e admiradores do bom futebol. Entretanto, Prandelli quer poupar jogadores. A maioria vem de final de temporada dos clubes europeus.

O Haiti vai tentar ao menos um empate, segundo o treinador Edson Tavares. Sem grandes nomes e em 63º na lista de seleções da Fifa, o Haiti quer dar trabalho e levar novas alegrias à população. No terremoto de 2010, 200 mil pessoas morreram.