Publicado em: terça-feira, 31/12/2013

Israel prepara retaliação devido aos ataques de bombardeios

Israel prepara retaliação devido aos ataques de bombardeiosO primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu afirmou neste domingo que daria intenso contragolpe perante o acontecimento de o governo libanês ser cúmplice com ofensiva de foguetes contra a demarcação no norte de Israel, sucedido ontem. O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon anunciou duras censuras contra o fato e solicitou a todos que sustentem a limitação.

Conforme uma nota revelada pelo Exército israelense, o norte de Israel foi acertado na alvorada deste domingo por quatro foguetes desfechados do território libanês. Dois projéteis desmoronaram no condado israelense, porém não tiveram nenhuma baixa. Como revide, o exército israelense alastrou dez detonações contra o Líbano. O ministro de Defesa Nacional de Israel Moshe Ya’alon articulou que não vai aceitar provocação de foguetes difundidos a começar do Líbano e que o governo libanês deve ter culpabilidade pelo acontecido, caso adverso, Israel vai agir com maior incisividade, indicou o ministro.

O general Paolo Serra, diretor das forças internacionais reafirmou que o episódio é muito grave já que o desígnio é danificar a harmonia do Oriente Médio. Ele relatou que a tropa despachada pela ONU ao Líbano está robustecendo conceitos de segurança adjacente com o esquadrão libanês para encontrar o ponto das detonações e achar os culpados.