Publicado em: sexta-feira, 16/11/2012

Israel e organização palestina travam batalha no Twitter

Israel e organização palestina travam batalha no TwitterO eterno confronto entre Israel e organizações a favor da palestina também começou na rede mundial de computadores. O Twitter oficial do órgão para a defesa do estado israelense IDFSpokesperson no Twitter, e a parte militar da organização Hamas, que são as brigadas al-Qassam, AlqassamBrigade na rede social, trocaram ameaças e acusações nos últimos dias.

Isto começou pelo perfil israelense, que transmitiu pela rede social a ofensiva que faz dentro da Faixa de Gaza quando ela começou, na quarta-feira (14). Uma das postagens falava sobre a morte de Ahmed Al-Jabari, líder do Hamas, logo após isto ter acontecido em um confronto na região. Este tweet foi o comunicado oficial israelense, ao invés de ocorrer a tradicional coletiva de imprensa que aponta isto.

Após algum tempo, uma nova mensagem foi transmitida, porém esta foi uma uma ameaça direta ao inimigo. Ela dizia que Israel recomendava que nenhum agente do Hamas apareça no local nos próximos dias. Após algum tempo, o perfil das brigadas al-Qassam, respondeu dizendo que as mãos abençoadas do Hamas irá chegar aos líderes e soldados israelense onde eles estiverem estejam, e ainda dizia que os israelenses abriram os portões do inferno sobre eles próprios.

Houve a criação de hashtags nesta guerra social. Pelo lado do Hamas foi utilizado #GazaUnderAttack e a defesa Israel uitizou #PillarofDefense, que ´eo nome nome da operação militar que está ocorrendo desde quarta. Se a quantidade de menções definisse a guerra, o Hamas iria vencer de forma esmagadora, foram registrado mais de 120 mil menções pró-Hamas contra 808 a favor de Israel.

Porém, o perfil israelense IDFSpokeperson obteve uma quantidade superior de seguidores durante o período que o pró-Hamas AlqassamBrigade. Na quinta-feira (15) haviam 111.061 perfis que seguiam o perfil israelense, contra 11.974 do grupo palestino.