Publicado em: sexta-feira, 17/02/2012

iPhone perde mercado na China

A China é o maior mercado de celulares do mundo, mas a Apple está lutando contra as empresas locais para se manter desejável para os consumidores chineses. A venda de celulares da marca caiu pelo segundo trimestre seguido, nos meses de outubro a dezembro, perdendo espaço para marcas do país, que são baratas e trazem praticamente os mesmo recursos dos inteligentes aparelhos da Apple.

Além disso, alguns consumidores preferiram esperar pelo lançamento do iPhone 4S, que foi lançado em janeiro.

A Apple enfrenta outros problemas no país, como o uso do nome iPad pelos concorrentes locais da marca e questões relacionadas aos salários dos funcionários e condições de trabalhos nas fábricas que fornecem o produto.

A Apple luta na concorrência com marcas como a sul-coreana Samsung Eletronics, a Nokia, e as companhias chinesas ZTE e Huawei Tecnologies. Vale lembrar que a China está próxima a ultrapassar a marca de 1 bilhão de assinantes de telefonia móvel.

ZTE ultrapassa vendas na China

A Apple é a marca do maior fabricante mundial de aparelhos de celulares inteligente, porém, na China, ela perde seu posto depois de ser ultrapassada pela ZTE, ficando em quarto lugar no ranking de vendas. A participação de vendas da Apple em território chinês caiu para 7,5%, sendo que estava com 10,4% no trimestre anterior. O primeiro lugar é ocupado pela Samsung, com 24,3% do mercado, sendo este valor três vezes mais do que a Apple.

Os números são divulgados pela pesquisa do grupo Gartner, que afirma que esta queda na participação de vendas já era esperada, ainda mais agora que o modelo iPhone 4S não é mais uma novidade para o consumidor chinês.

CK Lu, analista do grupo Gartner, afirma que as companhias chinesas estão se desenvolvendo e criando celulares cada vez melhores em conjunto com operadoras de telefonia locais. O espaço das empresas chinesas no mercado vem sendo conquistado graças ao lançamento de aparelhos mais sofisticados, inteligentes e com mais recursos.