Publicado em: terça-feira, 28/02/2012

iPhone perde espaço para Android em países sem subsídio

Não são comente os consumidores que estão preocupados com os preços abusivos dos aparelhos de telefonia móvel. Em diversos países que as operadoras de telefonia não oferecem subsídio para o iPhone, aparelhos Android comandam as vendas. As informações foram publicadas pelo jornal norte-americano The Wall Street Jounal nesta segunda-feira (27).

De acordo com a publicação do jornal, a venda de iPhone em Portugal e na Grécia não ultrapassou 9 e 5%. Estes são os dois países que mais estão sofrendo com a crise que atinge a Europa nos últimos tempos. Ambos continuam comprando os aparelhos de smartphone, porém optaram pelos Androids, que são mais baratos que os modelos da Apple.

Android pode ser 75% mais barato

Alguns modelos que possuem o sistema da Google são tão ou mais caros que o aparelho da Apple, porém também existem aqueles aparelhos bem mais simples e que custam muito mais barato do que os sofisticados modelos. Existem aparelhos que podem sair US$ 300 ou US$ 400 a menos. Desta maneira, nos países em que as operadoras não subsidiam o iPhone, a população opta pela compra dos Androids.

No Brasi, por exemplo, a compra dos smartphones da Apple tem aumento muito, e é cada mais fácil encontrar alguém utilizando um iPhone pelas ruas das cidades brasileiras. Porém, os subsídios por aqui não são tão grandes como nos Estados Unidos, o que faz com que os Androids ganhem espaço, sendo que podem ser até 75% mais baratos que os iPhones.