Publicado em: terça-feira, 29/11/2011

iPhone pega fogo em vôo na Austrália

O iPhone de um passageiro causou uma situação de emergência durante um vôo da empresa australiana Regional Express enquanto a aeronave, um Saab 340, estava decolando no aeroporto da Austrália, em Sydney, vindo de Lismore. O dispositivo pegou fogo, mas a companhia não divulgou informações sobre como foi o procedimento para resolver a situação. Imagens divulgadas mostram que o modelo era um iPhone 4 ou 4S e o vidro traseiro do dispositivo ficou quebrado.

De acordo com o comunicado oficial divulgado pela companhia aérea, o iPhone começou a liberar “quantidade significativa de fumaça densa e a emitir um fulgor avermelhado”. Logo quando a aeromoça percebeu a situação, a funcionária deu início ao procedimento de emergência previsto para esse tipo de situação. Nesse sentido é que não foram fornecidos maiores detalhes, mas especula-se que tenha sido usado um extintor de incêndio para apagar o fogo. Na sequência, o dispositivo foi enviado ao Escritório Australiano de Segurança nos Transportes.

Ao contrário do que se pode imaginar, essa não é a primeira vez que um iPhone pega fogo. Em 2009, um rapaz da Bélgica teve seu dispositivo explodindo nas suas mãos, mas o incidente não causou ferimentos. O problema normalmente é identificado como algum defeito na bateria e, no caso do belga, o dispositivo ficou destruído.

Há outros casos registrados, mas a probabilidade de algum iPhone explodir ainda é pequena quando se considera a quantidade de unidades vendidas. Somente no terceiro trimestre deste ano foram comercializados 115 milhões de smartphones em todo o mundo, de acordo com o Gartner Group.