Publicado em: quarta-feira, 19/10/2011

IPhone 4S é comercializado em lojas de Pequim sem autorização da Apple

Lojas de Pequim já estão vendendo o novo modelo do telefone inteligente da Apple, o iPhone 4S, mesmo não tendo a autorização oficial para comercializarem o produto. Alguns estabelecimentos do comércio chinês perceberam que há vantagem em importar o produto do Canadá e dos Estados Unidos para então disponibilizar o dispositivo aos consumidores da região. As lojas não-oficiais vendem o iPhone 4S por aproximadamente 10.000 iuanes, valor que representa 1.150 euros, praticamente o dobro do valor nos países onde o produto chegou oficialmente.

Nos primeiros dias em que o iPhone 4S havia chegado ao país, foram feitas mais de 200 mil reservas. O jornal oficial “China Daily” afirma que os modelos de 16 GB encontrados por 1.150 euros, por exemplo, “são produtos verdadeiros trazidos de Canadá e Estados Unidos”. Este valor diz respeito ao produto encontrado no centro comercial de Zhongguancun, um dos mais procurados de Pequim. As lojas dos Estados Unidos e do Canadá vendem o iPhone 4S desde a sexta-feira passada.

O consumidor chinês determinado a comprar o produto antes que seja vendido oficialmente na China vai acabar pagando pelas taxas e impostos inclusos por ser necessária a compra do original em outros países. Outro argumento é que na China os dispositivos “são oferecidos desbloqueados e prontos para usar”.

O iPhone 4S foi anunciado em 4 de outubro numa conferência marcada pela Apple com jornalistas e referências da área. O produto foi o primeiro a ser apresentado por Tim Cook, atual executivo da empresa indicado por Steve Jobs, cofundador da Apple que faleceu no dia seguinte ao lançamento da nova versão do iPhone.