Publicado em: quinta-feira, 23/02/2012

IPC-S aumenta 0,27% e mostra desaceleração

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) aumentou 0,27% na terceira quadrissemana do mês. O percentual foi menor que na segunda quadrissemana, quando fechou em 0,30%. Esses dados foram apresentados hoje (23) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Essa desaceleração do IPC-S ocorreu em função da diminuição de preços de quatro das oito classes que compõe o indicador.

A principal queda ocorreu no grupo Educação, Leitura e Recreação que tinha uma taxa de 1,69% na segunda quadrissemana e passou para 1,01% na última pesquisa. Além de Educação, também tiveram desaceleração os seguintes grupos: Despesas Diversas (que passou de 0,50% para 0,30%), Comunicação (caiu de 0,25% para 0,14%) e Alimentação. Este último grupo registrou deflação de 0,09% ante inflação de 0,02% verificado na pesquisa anterior.

Entre os itens de maior destaque apresenta-se o comportamento dos preços de cartório, que passaram de 4,22% para um crescimento de apenas 1,88%. Outro produto que mostrou queda nos preços foram as hortaliças e legumes. Observou-se queda de 2,75%, após uma leve alta de 0,66% na segunda quadrissemana. Também caiu o preço da tarifa telefônica residencial que passou de 0,71% para 0,37% nesta última análise.

Apesar dessa desaceleração do Índice, também foi registrado aumento de preço nos itens do grupo Vestuário, Saúde e Cuidados Pessoais, Habitação e Transportes. Os artigos de saúde e cuidado pessoal operavam em deflação de 0,16%, mas agora atingiram inflação de 0,65% nesta terceira quadrissemana de fevereiro.

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) é responsável por medir a evolução dos preços de bens e serviços. O índice foi criado tendo como base a variação salarial de 1 a 33 salários mínimos e é analisado em famílias que residem nos seguintes municípios: Rio de Janeiro, Recife, Salvador, São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Porto Alegre. A variação considera a média dos preços observados nas quatro semanas anteriores à publicação dos resultados.