Publicado em: terça-feira, 20/03/2012

iPad passa por testes depois das reclamações sobre superaquecimento

Depois das diversas reclamações sobre o superaquecimento dos novos iPads, uma importante organização norte-americana de defesa do consumir já começou as investigações sobre as possíveis causas do problema. As conclusões a respeito dos testes irão ser divulgadas ainda nesta terça-feira (20). Nesta segunda-feira, dezenas de usuários do novo tablet da Apple reclamaram nas redes sociais porque seus dispositivos móveis estavam esquentando mais do que o normal.

A Consumir Reports, organização que faz diversos testes desde eletrônicos até veículos, resolveu avaliar o problema depois de ver diversos comentários em fóruns on-line e também no próprio site da Apple. As reclamações eram em torno do superaquecimento dos tablets e, consequentemente, no desligamento automático dos aparelhos, que pedida ao usuário que esperasse que ele “esfriasse” para voltar a funcionar. O novo iPad chegou em várias lojas do mundo nesta sexta-feira (16).

Apple dentro das normas

A Apple, por sua vez, afirma que seus aparelhos estão dentro das “especificações térmicas”. O novo modelo do iPad já vendeu 3 milhões de unidades desde seu lançamento na semana passada. O tablet foi muito criticado por não ser revolucionário como seus antecessores, mas também recebeu boas críticas, como a de que possui uma melhor imagem e tem a possibilidade de aproveitar mais a conexão 4G.

Antes de os comentários sobre o superaquecimento começarem a aparecer nos sites, a Consumer Reports havia dito, em um texto preliminar, que a terceira versão do iPad estava se mostrando como “o melhor tablet”. As conclusões sobre o novo iPad irão ser publicadas pelo grupo depois da finalização de todos os testes.