Publicado em: terça-feira, 05/06/2012

Investigação – Presidente do Barcelona recebeu R$ 1 milhão de empresa suspeita

O presidente do Barcelona, Sandro Rossell, recebeu repasses fianceiras da empresa Alianto Marketing, investigada pelas autoridades do Distrito Federal por ter superfaturado a realização do amistoso entre Brasil e Portugal, em 2008.

Documentos obtidos pela polícia e Ministério Público apontam que Rossell recebeu um cheque nominado da Alianto de 433 mil euros, de acordo com a cotação da época, algo equivalente a cerca de R$ 1 milhão. O depósito teria sido feito em uma conta da Espanha, no nome do dirigente do clube catalão.

A informação foi revelada nesta terça-feira (05), em reportagem divulgada pelo jornal ‘Folha de São Paulo’. Procurada pelos jornalistas, a assessoria de imprensa do Barcelona se limitou a dizer que Rossell ‘não estava disponível’ para comentar este assunto.

A Alianto Marketing é investigada pela polícia e MP do Distrito Federal, e as autoridades levantaram documentos que indicam que a empresa superfaturou a realização do amistoso entre Brasil e Portugal, em 2008, que custou mais de R$ 9 milhões aos cofres públicos.