Publicado em: sexta-feira, 15/06/2012

Internet se torna a segunda mídia mais importante

Os jornais perderam o posto de segundo meio de comunicação preferido para receber investimentos publicitários no Brasil. De acordo com um levantamento que foi feito levando em consideração os primeiros quatro meses desse ano, agora quem ocupa o segundo lugar no ranking é a internet.

No período analisado, os portais de notícias, sites de buscas e que fazem a comparação de preços conseguiram 11,98% das receitas totais. Já os jornais impressos tiveram 11,06%. No total, a estimativa é de que o investimento publicitário nos quatro primeiros meses do ano tenha sido de R$ 6,5 bilhões.

Dessa forma, a internet se firma no posto de segunda maior mídia brasileira. A sua rápida ascensão se deve, principalmente, pela recente popularização da banda larga em nosso país. Já no começo do ano de 2010, a internet já estava recebendo mais investimentos de publicidade das rádios e da televisão. No meio do ano, já ultrapassou o segmento das revistas. Agora, a internet perde apenas para a TV aberta, que ocupa o primeiro lugar do mercado de publicidade, com 60,63% dos anúncios.

Essa tendência só confirma o que já vem acontecendo em todo o mundo. Em diversos países onde a banda larga já atinge mais do que 40% da sua população, as verbas destinadas à publicidade começaram a ser empregadas cada vez mais na internet. Isso aconteceu em países como a Inglaterra, Estados Unidos e Japão. Nesses locais, a internet recebe de 20% a 30% da verba destinada a publicidade.

De acordo com os dados do IAB Brasil, a internet em nosso país alcança cerca de 82,4 milhões de pessoas que tem mais de 16 anos de idade. Isso indica que apesar de o Brasil ter uma penetração de internet que pode ser comparada a de países ricos, já é um grande ponto avançar a publicidade que é feita em jornais.