Publicado em: domingo, 24/02/2013

Internautas fazem movimento em redes sociais para que metrô em São Paulo funcione 24 horas

Um movimento feito nas redes sociais nos últimos dias pede para que o metrô de São Paulo funcione 24 horas, todos os dias. O responsável pelo movimento é Rômulo Zillig, de 20 anos de idade, e que estuda administração. No começo de fevereiro, ele produziu um abaixo assinado na rede mundial de computadores que já foi assinado por milhares de pessoas que vivem na capital paulista.

O estudante, que vive na Capela do Socorro, periferia da zona sul de São Paulo, disse que decidiu fazer o movimento porque se não consegue sair rapidamente da faculdade onde estuda, que fica em Santana, na zona norte da cidade, não consegue voltar para sua casa no mesmo dia.

A petição, que está sendo compartilhada em diversas redes sociais, já ultrapassou 77 mil assinaturas. De acordo com o estudante, a petição começou com apenas três assinaturas, mas a popularização da petição depois que eles e os amigos começaram a divulga-la no Facebook. Ele contou que a meta é chegar a pelo menos 100 mil assinaturas.

Depois disso, o plano dele é levar o abaixo assinado na Assembleia Legislativa de São Paulo e conseguir que o projeto possa ser discutido graças a pressão feita pelos moradores da cidade.

Ele lembrou que muita gente trabalha até muito tarde na cidade e que muitas vezes o metrô é a única opção para essas pessoas voltarem para suas casas. Além disso, a opção de transporte depois da meia noite é pequena, ainda mais agora com o rigor da fiscalização da lei seca.