Publicado em: segunda-feira, 01/10/2012

Intel entra na corrida de chips para celulares e tablets

Intel entra na corrida de chips para celulares e tabletsHá alguns dias, a Motorola mostrou o celular Razr i, o primeiro smartphone da empresa que possuiu um processador Intel.

A empresa norte-americana é a maior fabricante de chips com a arquitetura x86, usados em computadores pessoais, e tenta agora ser grande também no mercado dos celulares e tablets, dominado pela britânica ARM Holdings que age de uma forma diferente. A empresa projeta o modelo dos seus chips, mas não os fabrica, ao invés de fazer isto, a britânica vende as licenças para permitir as empresas que fabricam os chips de usarem estes processadores criados por ela ou de utilizar desta arquitetura. Empresas grandes no mercado como Apple, Nvidia, Qualcomm, Samsung e Texas Instruments são algumas das que vendem os chips licenciados pela empresa britânica.

Diversos aparelhos como calculadoras, alguns consoles de videogame e câmeras utilizam os chips ARM que operam em temperaturas baixas e tem pouco consumo de energia, o que é ideal para produtos pequenos, como os celulares, que precisam de baterias que durem bastante e o tamanho reduzido são os primeiros itens de importância.

Já os chips x86 funcionam em grandes temperaturas e gastam muita energia para que isso ocorra. Usualmente precisam de grandes equipamentos, que contenham uma boa refrigeração, e também de melhores energias, ou uma fonte para a ligação de uma energia externamente, fato este que a empresa norte-americana planeja mudar. A Intel investiu pesado nos chips x86, que estão agora um pouco mais econômicos e são voltados para os portáteis móveis.

O chip que está presente no Razr i tem núcleo único e é um dos primeiros da Intel para participar de um mercado que está crescendo mais rápido do que o de PCs, onde a empresa domina. Após a empresa vai lançar um chip com núcleo duplo, para estar presente em tablets com o Windows 8, entre eles o Asus Vivo Tab e também o Lenovo ThinkPad Tablet 2.