Publicado em: sexta-feira, 07/03/2014

Integrantes do Pussy Riot são atacadas com spray de pimenta

Pussy Riot são atacadas com spray de pimentaO polêmico grupo punk russo Pussy Riot sofreu um ataque na tarde da última quinta feira, dia 6 de março. Duas integrantes do grupo estavam em uma lanchonete, quando alguns jovens chegaram com spray de pimenta e tinta ecológica, atacando as duas moças, Maria Aliokhina e Nadezhda Tolokonnikova. Elas sofreram queimaduras de grau leve e médio devido ao contato com as substâncias jogadas pelos rapazes.

O ataque ocorreu durante a passagem das integrantes do Pussy Riot pela cidade Nizhni Novgorod, na região leste da capital Moscou, onde tinham o propósito de realizar visita a uma prisão da localidade. O marido de Tolokonnikova, Piotr Verzilov, contou em um email enviado a agência internacional de notícias AFP que um grupo organizado de rapazes invadiu uma lanchonete do McDonald’s, onde as duas moças lanchavam, e as atacaram com o spray de pimenta, além de outras substâncias que não davam sinais de serem tóxicas.

Minutos depois, um vídeo mostrando como ocorreu a abordagem de seis jovens nas duas cantoras começou a circular na internet. Eles usavam alguns símbolos patrióticos nas roupas e se aproximaram das duas integrantes do Pussy Riot já as insultando. Euvgeni Guni, o advogado do conjunto, também informou a uma agência de notícias que os agressores também teriam jogado contra as duas cantoras alguns objetos metálicos, com o propósito de ferir.

Tolokonnikova usou seu perfil no Twitter para comentar como está seu estado de saúde, postando o boletim médico do hospital. Ela está sofrendo com queimaduras de primeiro grau em um dos olhos, além de também nas áreas da testa e nas mãos. Aliokhina, por outro lado, estaria em estado de choque e bastante abalada com a agressão sofrida dentro da lanchonete. De acordo com as agências internacionais de notícia, a polícia teria aberto uma investigação para apurar o ocorrido com as duas integrantes do grupo Pussy Riot.