Publicado em: quarta-feira, 11/04/2012

Instituto Ronaldinho Gaúcho passará por investigação

Os vereadores da Câmara Municipal de Porto Alegre vão instalar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para averiguar os convênios firmados entre a prefeitura da capital do Rio Grande do Sul e o Instituto Ronaldinho Gaúcho (IRG).

A decisão foi aprovada na última terça-feira (10) pela Comissão de Constituição e Justiça por seis votos a um. O requerimento para abrir o inquérito parlamentar foi feito pelo vereador Mauro Pinheiro (PT).

Entre os anos de 2007 e 2010, o Instituto Ronaldinho Gaúcho recebeu de convênios firmados com a prefeitura e do Ministério da Justiça verbas que somam R$ 5,7 milhões para promover atividades culturais e esportivas na zona sul de Porto Alegre.

Mas no início de 2011 foi pedido um reajuste de 163% nas verbas, que foi negado pela Prefeitura. Desde então, os vereadores questionavam se os custos foram compatíveis com as atividades oferecidas.