Publicado em: domingo, 15/12/2013

Instagram agora admite que usuários transmitam fotografias privadas

Instagram agora admite que usuários transmitam fotografias privadasO Instagram, rede social de reciprocidade de imagens do Facebook, divulgou nesta quinta-feira a estreia de um inovador desempenho: Instagram Direct. A partir de agora é plausível que usuários partilhem fotos e vídeos de maneira reservada entre os seguidores almejados.

O aviso da inovação foi realizado em Nova York pelo CEO do Instagram, Kevin Systrom, e difundido ao vivo para São Paulo. Conforme com Systrom, Instagram Direct estará acessível para iPhone eAndroid desde ontem, dia 12.

A utilidade ocasiona algumas alterações ao app. Imediatamente, no feed de informações, os internautas vão observar a manifestação de uma condição de inbox, onde ficarão registradas as fotos e vídeos partilhados via Instagram Direct.

A concepção de um agregado reservado de compartilhamento de imagens é modesta. Na ocasião em que o indivíduo ficar no painel de publicação, notará uma aba “Direct”. Através dela é plausível então escolher até 15 usuários.

Em seguida da emissão, o usuário verá a figura do perfil dos endereços em uma cor distinta. Na hora em que estes usuários conceberem o teor enviado, a suas fotografias de perfil retornarão ao normal.

Continuamente que uma foto privada for recebida, um relatório surgirá no emblema do inbox, tal qual ocorre quando alguma pessoa é marcada em imagens de terceiros. Porém, conforme o CEO, os singulares usuários que podem lhe expedir uma figura ou vídeo são seus seguidores.

Isso não evita, entretanto, o valimento de teor de incógnitos. Neste fato, elucidou Systrom, o indivíduo verá um aviso de pendência e poderá acatar, ou não, a vinda do que lhe foi expedido inbox.

Segundo o grupo do Instagram no Brasil, o país faz parte dos cinco maiores de toda a rede social, que atualmente computa mais de 150 milhões de internautas no mês, dentre os 60% que permanecem fora dos Estados Unidos. Também conforme o Instagram, todos os dias são divididos mais de 55 milhões de fotografias e auferidos mais de 2 bilhões de “curtir”.