Publicado em: quarta-feira, 18/01/2012

INSS deve dar auxílio-doença sem exame médico a partir de maio

A partir de maio, o governo federal vai dispensar que os contribuintes do INSS realizem a perícia médica ara pedido de auxílio-doença quanto o caso de afastamento for de até 60 dias.

O presidente o INSS, Mauro Hauschild, optou por antecipar a medida em cinco cidades brasileiros a partir de maior, em um projeto-piloto de teste, apenas nos estados da região Sul do país. a partir de 2013, a medida passa a ser válida em todo o país. a justificativa ara aa antecipação é que todos os 4.600 peritos médicos não conseguem atender a demanda atual. “Quando o afastamento é de até 60 dias, o papel do perito é de ratificar decisão médica”, comentou.

Para ter acesso ao beneficio, é necessário que a pessoa encaminhe um documento preenchido pelo seu médico de atestado junto ao Instituto Nacional do Seguro Social. O documento passa a ser enviado eletronicamente para o sistema interno da Previdência, fazendo com que o seguro seja liberado na hora.

Todos os atestados médicos passaram a levar um certificado digital a fim de evitar fraudes. De acordo com o INSS, 42% dos pedidos de auxílio-doença concedidos hoje são destinados para o prazo de até 60 dias.