Publicado em: sábado, 26/05/2012

Inscrições do Enem começam na segunda feira (28)

Este ano, a equipe que aplicará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em todo o Brasil é composta por cerca de 400 mil pessoas, distribuídas em 140 mil salas de aula. Aloizio Mercadante, o ministro da Educação, tronou oficias, na quinta feira (24), as alterações na forma de avaliação da prova e da redação, que estavam sendo debatidas desde o começo da semana.

Quem quiser se inscrever precisa ficar atento: o período de inscrições inicia na próxima segunda feira (28), as 10h, seguindo até o dia 15 de junho, às 23h59. A inscrição exige ainda o pagamento de uma taxa, no valor de trinta e cinco reais, que precisa ser paga até o dia 20 de junho. A aplicação da prova está prevista para os dias 3 e 4 de novembro.

Com as alterações, caso exista uma diferença maior que 200 pontos entre uma avaliação e outra da redação, será solicitada a avaliação de um terceiro corretor. Caso a diferença continua muito alta, a redação precisará então ser direcionada a uma comissão. Os avaliadores são independentes e não se conhecem. No ano retrasado, a diferença considerada era de 500 pontos e no ano passado baixou para 300.

A regra também válida em situações que exista uma diferença maior que 80 pontos entre as cinco competências avaliadas, que incluem elaborar propostas de solução para o problema abordado, demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação, selecionar, relacionar organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista, compreender a proposta da redação e aplica conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema e domínio da norma padrão da língua escrita.

Outras mudanças

Outro ponto que foi alterado anunciado pelo ministro é que agora a nota de corte é de 450 pontos em cada uma das áreas do conhecimento, para certificação de ensino médio. No ano passado o corte era com 400 pontos. No caso da redação, a nota continua em 500 pontos.

No dia três de novembro, primeiro dia de provas, os alunos contarão com quatro horas e meia para concluir a resolução e preenchimentos das questões de biologia, física, química, sociologia, filosofia, geografia e história. Já no dia quatro, o limita é de cinco horas e meia, para concluir as questões de matemática, tecnologia da informação e comunicação, educação física, arte, língua estrangeira, literatura, língua portuguesa e a redação.

Já está agendada para o dia sete de novembro a liberação dos gabaritos das questões objetivas. Os resultados individuais, entretanto, sairão apenas no dia 28 de dezembro.