Publicado em: sábado, 27/08/2011

Inflação na construção civil apresenta queda em agosto

Em agosto a inflação na construção civil perdeu força, o Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado (INCC-M), que mede a evolução dos preços do setor, subiu neste mês apenas 0,16%, taxa menor que a que foi apurada no mês de julho quando houve um aumento de 0,59%. Desde o começo do ano até esse mês de agosto o INCC-M acumulou altas de 6,31% e de 7,71% em 12 meses. Este índice representa 10% do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), a pesquisa foi realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) para um levantamento do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre).

Subiram com menos intensidade também os preços de materiais, equipamentos e serviços e ainda mostraram uma elevação de 0,25% este mês, já no mês de julho o aumento foi de 0,38%. Os valores equivalentes a mão de obra apresentaram ainda um aumento fraco em seus preços e aumentaram apenas 0,06%, e no mês de julho cresceram 0,84%.

Entre os produtos que foram pesquisados, as elevações de preços mais expressivas na construção civil foram apuradas projetos que tiveram um crescimento de 1,30%, o custo com os engenheiros subiu 0,59% e os condutores elétricos aumentaram 1,66% em agosto.

Já em relação às quedas de preços, os produtos que apresentaram maior decréscimo foram os vergalhões e arames de aço ao carbono que caíram 0,55%, os tubos e conexões de ferro e de aço diminuíram 0,16% e também tiveram quedas em seus preços as placas de cerâmica para revestimentos que apresentaram diminuição de 0,11% em agosto.