Publicado em: quarta-feira, 08/02/2012

Infiltração pode ser a causa do desabamento em São Bernardo do Campo

O desabamento de lajes do Edifício Senador, localizado no centro de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, na noite de segunda-feira, dia 6 de janeiro, pode ter sido provocado devido a uma infiltração na cobertura do prédio. A polícia já descarou a hipótese de queda de uma caixa d’água e também de uma explosão de botijão de gás.

A polícia encontrou na cobertura do edifício indícios de que, recentemente, foi feita uma obra para acabar com uma infiltração. Algumas partes do local estavam vedadas com selante à base de piche. Também teria sido colocado um ralo para que a água das chuvas pudesse escoar. O delegado titular do 1º DP de São Bernardo, Vitor Lutti, afirmou que o reparo não foi “conveniente”.

O prédio estava passando por uma obra, porém era a pintura dos corredores e do hall dos elevadores. A prefeitura da cidade realizou uma vistoria no ano passado e afirmou que a edificação estava em condições regulares. Até a noite de terça-feira, aproximadamente 300 toneladas de entulhos tinham sido retiradas do local.

O acidente deixou médicos, advogados, dentistas e diversos profissionais liberais desalojados. Eles usavam as 74 salas do edifício que ruiu. O urologista Carlos Bezerra, de 51 anos, conta que perdeu os equipamentos da clínica e os prontuários de seus pacientes. Já a documentista Eliana Palazzo, de 46 anos, afirma que irá procurar outro lugar, pois não pode deixar de trabalhar.