Publicado em: terça-feira, 12/08/2014

Idosos demonstraram ter uma forte influência na eleição deste ano

Idosos demonstraram ter uma forte influência na eleição deste anoUma pesquisa feita recentemente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) revelou que os idosos possuem uma considerável influência na eleição deste ano. Em razão destes dados que foram levantados, um site de notícias procurou os 11 candidatos à Presidência da república para saber quais são as propostas para essa classe. De acordo com o TSE, os eleitores que tem mais de 60 anos cresceu 20% comparado ao ano passado – saltando de 20 milhões para 24,1 milhões.

O diretor Silberto Silva, da Confederação Brasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Cobap), responsável por defender o reajuste nos benefícios da Previdência, afirma que os idosos estão cada vez mais esquecidos, além disso, ressaltou que há poucos geriatras no sistema de saúde pública. Ele diz que irão acompanhar os programas eleitorais para que possam ficar atentos e ver o que os candidatos tem a oferecer também para os idosos, destaca ainda que, poderia ter no país um hospital geriátrico para os idosos e questiona o porquê ainda não existe um centro de integração do idoso.

Para o presidente da Associação dos Aposentados, Pensionistas e Idosos da região do ABC paulista, Luiz Antonio Ferreira Rodrigues, este é um direito e não é um pedido, é apenas um direito que deve ser cumprido. Luiz Antônio ressalta que quem um dia recebeu sete, oito, dez salários, depois de aposentado passou a ganhar um salário mínimo. Os idosos também deram suas opiniões sobre o assunto e reivindicam os benefícios da aposentaria e melhor qualidade na área da saúde.

Gastos com plano de saúde

O aposentado, Pedro Santos, de 68 anos, disse que espera justiça, principalmente para a terceira idade, que só sofre as consequências da inflação que aumenta e o salário que diminui, afirmando que os gastos são maiores porque ainda precisam pagar o plano de saúde. Já Walter de Jesus, diz que faz questão de votar mesmo que não seja obrigado para sua idade. Ele acredita que é fazer papel de cidadão e também tem expectativas quanto a melhora para a classe idosa, reclamando também do preço alto que é gasto com plano de saúde.