Publicado em: quarta-feira, 25/07/2012

Hugo Chávez pede que militares defendam o país contra extrema direita

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, famoso por seus discursos inflamados e em defesa de seu país, continua com sua retórica nacionalista. Desta vez, e ele solicitou aos militares venezuelanos que fiquem preparados para a consolidação da independência do país e, além disso, que defendam a Venezuela das ameaças representadas pela “extrema direita burguesa”.

Para Chávez, o grupo de direita irá colocar em prática os planejamentos violentos nas eleições para a presidência, que serão realizadas no dia 7 de outubro. O mandatário venezuelano afirmou que todos precisam estar preparados para os ataques da extrema direita burguesa que já atingiram os povos e atentam contra a paz.

Fraude

O presidente da Venezuela afirma que a extrema direita é uma ameaça intensa. Para Chávez, eles estão simulando uma campanha política, mas já afirmaram que se não ganharam as eleições presidenciais no país será uma fraude. O mandatário afirma que o povo precisa estar unido e preparado para os ataques que estão por vir.

Em sua declaração, Chávez afirma que os grupos de extrema direita burguesa estão dizendo que o Conselho Nacional Eleitoral (CNE) em conjunto com a Força Armada Nacional Bolivariana (Fanb) planejam uma fraude contra as eleições do país. Chávez fez uma convocação para que ninguém venezuelano se renda ou se deixe manipular.