Publicado em: sexta-feira, 24/02/2012

Hugo Chávez garante que irá vencer eleição mesmo doente

Nesta sexta-feira (24), o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, irá viajar para Cuba, onde será submetido a mais uma cirurgia para tirar uma lesão na região pélvica. No ano passado, o presidente venezuelano passou por uma cirurgia neste mesmo local para retirar um tumor cancerígeno.

Este novo procedimento cirúrgico causou tremou na política do país, a somente oito meses das eleições presidenciais, em que Chávez irá tentar mais um mandato.

Na véspera de sua viagem para Cuba, Hugo Chávez afirmou que está preparado para “enfrentar os piores cenários”, no entanto, disse que sairá vitorioso das eleições de outubro. Em um ato governamental feito no centro da capital, o presidente venezuelano afirmou que se a lesão for maligna, farão de tudo para que ela seja combatida e retirada. “Tenham certeza que os guiarei, ainda na pior das dificuldades, a uma vitória em 7 de outubro”, disse Chávez.

Dúvidas sobre a saúde de Chávez

A principal dúvida entre os opositores e governistas é se o presidente venezuelano tem condições de saúde para conseguir enfrentar uma campanha eleitoral contra Henrique Capriles Randonski, governador do estado de Miranda. Ele foi o candidato vitorioso nas eleições primárias da oposição do governo. Um alto funcionário do governo afirmou em entrevista a BBC Brasil que não se sabe se o tumor do ano passado foi pior do que esta recaída.

Em 2011, Hugo Chávez subiu sua popularidade em 10 pontos depois que o câncer foi diagnosticado em seu organismo. Porém, o comportamento dos eleitores venezuelanos pode mudar este ano. O analista Luis Vicente León, presidente da Consultoria Datanalisis, afirma que a primeira reação da população quando se depara com uma doença é se mostrar solidária, porém os eleitores são voláteis.