Publicado em: terça-feira, 21/08/2012

Hospital fixo dos “Médicos Sem Fronteiras” é instalado na Síria

Hospital fixo dos “Médicos Sem Fronteiras” é instalado na SíriaNesta terça-feira (21), a ONG “Médicos Sem Fronteiras” (MSF), anunciou a instalação de uma unidade de saúde fixa ao norte da Síria, em uma região onde os rebeldes controlam. A organização solicitou que os envolvidos nos confrontos no país possam facilitar o acesso da ONG no atendimento as vítimas.

O diretor-geral da organização, Filipe Ribeiro, afirmou que faz dois meses que o trabalho da MSF. Ele disse ainda que existe uma cooperação entre a ONG e os médicos do país. De acordo com o chefe Brian Moller, o hospital, que foi instalado em uma região não determinada pela ONG, pode comportar até 30 camas, sendo que sua capacidade é de 12.

De acordo com o chefe do projeto, já foram feitas mais de 300 cirurgias na Síria até o momento. Brian Moller afirma que os feridos ainda estão chegando ao local em busca de ajuda, e ele diz que é muito difícil que os pacientes consigam se deslocar até a unidade médica. Em um ano, as equipes da organização entraram no país, mas não ficaram por muito tempo.

Confirmação de morte

Nesta terça-feira (21), a embaixada japonesa na Síria confirmou que a jornalista Mika Yamamoto, de 45 anos, faleceu. Ela trabalhava para a agência de notícias “Japan Press”, e estava atuando em Aleppo, cidade ao norte da Síria, quando começou um tiroteio. A informação foi concedida para a agência “Kyodo”.