Publicado em: sábado, 26/05/2012

Hopi Hari: parque pagará indenização para família que foi agredida por funcionário

O Hopi Hari foi condenado pela Justiça de São Paulo a indenizar cinco integrantes da mesma família. Eles teriam sido agredidos, no ano de 2002, por um dos funcionários do parque.

No processo, a família diz que foi até o parque para passar um dia. Porém, antes de entrarem no parque, um dos funcionários que fazem a segurança se aproximou e tirou o ingresso promocional da mão de um dos integrantes da família. Além disso, o segurança acusou a família de ser cambista e estar vendendo os ingressos.

Outros funcionários da segurança teriam se aproximado e então aconteceu a agressão verbal e física contra as cinco pessoas, que foram levadas ao setor de visitantes para que pudessem receber atendimento médico. Segundo a família, o parque teria oferecido a eles novos ingressos e alimentação.

O pedido de indenização feito pela família era de 540 salários mínimos para cada um de seus integrantes. Entretanto, o valor determinado pela justiça em primeira instância foi de que o parque pague para R$ 3 mil para cada uma das vítimas, totalizando uma indenização de R$ 15 mil.
O Hopi Hari e a família recorreram da decisão da Justiça. O parque quer que seja reconhecido que a culpa foi exclusivamente dos autores da agressão, argumentando que o incidente não aconteceu nas dependências do parque. Já a família quer que o valor da indenização seja aumentado.

Ainda assim, o desembargador responsável pelo caso, Carlos Teixeira Leite Filho, manteve o valor da indenização e a sentença . A assessoria de imprensa do parque informou em nota que irá recorrer da decisão.