Publicado em: sábado, 26/05/2012

Homem comete suicídio após libertar reféns nos EUA

Nesta sexta-feira (25), um homem estava fazendo diversas pessoas como reféns em uma edificação no estado de Indiana, nos Estados Unidos. De acordo com informações da polícia local, depois de libertas as pessoas do cativeiro, ele cometeu suicídio.

Em entrevista, o sargento Michael Grennes, da polícia de Valparaíso, informou que o homem chegou a ser encaminhado pela um hospital. No entanto, não resistiu aos graves ferimentos em sua cabeça, causados por tiros que o próprio disparou contra si. O homem foi identificado pelo jornal “The Post-Tribune” como Roy Ferguson, de 48 anos, do Texas.

O caso

Às 10h05 (12h05 no horário de Brasília), Roy Ferguson entrou em na instalação de uma agência imobiliária em Valparaiso, localizada a aproximadamente 100 quilômetros de Chicago, em Illinois. No local, o norte-americano tornou vários funcionários como seus reféns.

A polícia afirma que seus agentes e o homem trocaram tiros durante as negociações. Por várias horas, os agentes do FBI fizeram várias tentativas de convencer Roy Fergunson a se render. Depois disso, ele soltou 15 pessoas que estavam como reféns. Às 16h30 (18h30 no horário de Brasília), os policiais puderam ouvir vários tiros dentro da agência imobiliária.