Publicado em: quinta-feira, 15/09/2011

Homem-bomba deixa 20 mortos em explosão durante funeral de líder paquistanês

Um ataque suicida com um homem-bomba matou pelo menos 20 pessoas nesta quinta-feira (15) que estavam no funeral de um líder paquistanês, Bakhat Khan, contrário ao Taleban. Esta é a segunda incidência local contra inimigos da milícia islâmica. O funeral estava sendo realizado na área de Lower Dir region, próximo à fronteira com o Afeganistão. A explosão foi registrada às 6h do horário de Brasília.

O enterro foi organizado para acontecer a céu aberto e contou com mais de 200 pessoas. De acordo com o policial da região, Sher Hassan Khan, o suicida lançou o ataque enquanto as pessoas estavam no evento e a explosão deixou muitos feridos. Estes foram levados a hospitais da região. O grupo do qual Bkhat fazia parte é conhecido como opositor ao Taleban. O líder tribal paquistanês morreu enquanto estava dormindo na quarta-feira (14). Tais milícias que se formam no noroeste do Paquistão recebem financiamento limitado do governo.

A primeira incidência terrorista que aconteceu nesta semana foi marcada na segunda-feira (12), quando atiradores do Taleban mataram quatro crianças que estavam voltando da escola para suas casas. Os autores do ataque defendem que a ação teve como objetivo impedir que outros apóiem as milícias contrárias ao Taleban.

Até o momento, acredita-se que ao menos 63 pessoas ficaram feridas com a explosão do homem-bomba. Nos últimos quatro anos, os ataques suicidas do Talban já provocaram a morte de, aproximadamente, 4.600 pessoas. Dessa vez, o alvo eram os integrantes da milícia contra o Taleban, mas os ataques acontecem por todo o país.