Publicado em: sábado, 05/05/2012

Hollande irá mudar gestão da crise se for eleito

As eleições que irão definir o novo presidente da França acontecerão neste domingo (6), e muito já se especula sobre como o país, e a Europa, irá se comportar caso François Hollande vença a disputa. O candidato socialista é o favorito a vencer as eleições francesas, e sua vitória irá provocar alterações
significativas com relação à gestão da crise que afeta a zona do euro.

Hollande irá enfrentar o atual presidente do país, Nicolas Sarkozy, que está tentando conseguir votos dos eleitores de extrema-direita há pouco tempo para o início da votação. Sarkozy não conseguiu se impor perante o rival no primeiro, e único, debate feito na televisão, no entanto conseguiu ficar um pouco mais próximo de Hollande nas pesquisas de intenção de voto.

Objetivo dos candidatos

De acordo com a publicação do G1, tanto Hollande quanto Sarkozy focam seus objetivos presidenciais em organizar as finanças do governo. Isso porque a dívida francesa só aumentou nos últimos anos, sendo que, no ano passado, ela chegou a valer 1.700 bilhões de euros, o que é mais de 85% do PIB.

Mesmo com propostas de campanha parecidas, os candidatos possuem maneiras diferentes de resolver o problema. O atual presidente afirma que irá cortar o orçamento público, pretendendo conseguir economizar, com esta medida, 125 bilhões. Já Hollande, além dos cortes, ele propõem que o Estado insira novos impostos.