Publicado em: quarta-feira, 11/06/2014

“Hipócrita e charlatão”, define Digão falando de Rodolfo ex-integrante do Raimundos

“Hipócrita e charlatão”, define Digão falando de Rodolfo ex-integrante do RaimundosNessa terça-feira (10), o atual vocalista e guitarrista do Raimundos, Digão, falou sobre a declaração do ex-vocalista da banda, Rodolfo Abrantes, para a revista “Trip”, soltou o verbo e o chamou de “hipócrita e charlatão”. A entrevista foi divulgada nessa segunda-feira, Rodolfo que hoje, já não se parece nada com o rockeiro inconsequente de sua juventude, atualmente evangélico, afirmou ter se arrependido das letras que fez para banda antigamente. Essa declaração causou revolta nos antigos integrantes de Raimundos, que rebateram o que foi dito.

Digão disse que Raimundo se diz cem por cento arrependido, mas ainda permanece usufruindo desses mesmo cem por cento com a parte dos direitos autorais, o que não é pouco. Completa ainda dizendo que, se ele pode se dar ao luxo de sair de casa para trabalhar e não ganhar nada, quem banca isso é sua ‘eterna previdência privada’.

E não foi só Digão que se indignou com as ‘palavras’ de Rodolfo, Canisso, que é baixista do grupo, também criticou a atitude do ex-vocalista pelo Twitter, ele alegou que o que foi dito na entrevista é uma grande contradição. Também afirmou que o antigo Rodolfo morreu mesmo. E que isso é triste. “Não conheço esse parvo aí”.

Doença e carreira solo

Em 2011, o ex-integrante do Raimundos saiu do grupo de forma inesperada logo após ter afirmado que havia sido curando de um câncer no estomago. Já evangélico, no começo montou o projeto Rodox e logo depois, investiu na carreira solo com rock cristão.

Atualmente, sua rotina é fazer shows e pregações pelas igrejas do Brasil, ele não cobra cachê para isso. Visto tudo isso, Digão afirma ser imperdoável Rodolfo fazer relação da banda com o fato de ter usado drogas. Ele ressalta que se cansa dessa associação que é feita dos Raimundos com o uso de cocaína e outras drogas que o atual cantor gospel diz que usou. Ele acredita que, isso não tem nada a ver com a banda, foi fora dela, com suas ‘nega’, defende o grupo.