Publicado em: sexta-feira, 16/03/2012

Helicóptero turco cai e mata 14 pessoas em Cabul

Nesta sexta-feira (16), um helicóptero militar turco caiu e causou a morte de 12 soldados que estava dentro da aeronave. Além disso, o acidente matou duas meninas que estava em terra firme. A queda aconteceu em cima de algumas casas próximo a capital do Afeganistão. O Exército da Turquia informou, através de um comunicado, que a aeronave, um Sikosky, fazia parte de uma missão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan).

A Otan afirmou que no momento da queda não foi registrada nenhuma atividade de inimigos na região do acidente. Recep Tayyip Erdogam, primeiro-ministro turco, informou que este helicóptero era um dos que estava sobrevoando hoje e que o acidente ainda possui causas desconhecidas. O primeiro-ministro da Turquia afirma também que no helicóptero estavam oficiais e sargentos.

Piloto tentou evitar cair sobre as casas

De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Ahmet Davutoglu, a aeronave precisou fazer um pouso de emergência e o piloto tentou evitar com que o helicóptero caísse sobre as casas da região. Mesmo assim, o acidente, segundo o ministro, foi muito grave e “nossa dor é profunda”. Diversas partes do helicóptero estavam espalhadas pela área do acidente, e as casas estavam chamuscadas e com buracos.

Além das meninas que morreram, uma mulher e mais um civil sofreram ferimentos em decorrência do acidente. O helicóptero caiu em Hassian Khail, sendo que este foi um dos mais sérios acidentes que tiveram o envolvimento da Otan no Afeganistão. A Turquia possui aproximadamente 1.800 soldados no país vizinho e comanda as atividades da Otan em Cabul.