Publicado em: quarta-feira, 11/07/2012

Helicóptero cai em São Paulo e mata duas pessoas

A queda de um helicóptero do modelo Robinson 22 na manhã desta quarta-feira deixou duas pessoas mortas. A aeronave caiu em cima de um galpão localizado no bairro da Lapa, na zona oeste de São Paulo. As vítimas eram ocupantes do helicóptero.

Segundo as informações fornecidas pelo Corpo de Bombeiros, era por volta das 10h23 quando a queda foi registrada na rua Guaicurus, na altura do número 200. O galpão atingido pelo acidente é da empresa Transnovac e onde são armazenadas bobinas de metal. No momento da queda da aeronave, apenas um motorista estava no local. Ele não se feriu.

As duas vítimas fatais são Denis Frank Tomazi, de 32 anos, instrutor que pilotava o helicóptero e Mailson Rocha Lopes, de 22 anos, aluno. Os dois morreram ainda no local do acidente apresentando um quadro de politraumatismo.

A queda do helicóptero fez com que um buraco fosse aberto no telhado do galpão. A cauda da aeronave ficou pendurada em uma parte do teto. Já a cabine com os pilotos caiu no chão. As causas do acidente ainda não foram apuradas, mas peritos acreditam que o motivo do acidente foi a perca do eixo de sustentação do helicóptero.

Segundo a Infraero, o helicóptero teria saído do Campo de Marte, localizado em Santana, na zona norte da capital paulista, às 9h19. A aeronave pertence a uma escola de aviação civil. As informações são de que os pilotos estavam realizando um voo para que a categoria na profissão fosse alterado.

A estrutura do galpão atingido pela aeronave não sofreu danos graves e, segundo Jair de Lima, coordenador da Defesa Civil de São Paulo, disse que o local deveria ser liberado depois que a perícia fizesse as suas análises. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego paulistana, o acidente não provocou nenhum tipo de interferência no trânsito do local e o tráfego continuou sendo realizado normalmente.