Publicado em: terça-feira, 11/10/2011

Haddad diz que “educação não é barata”

Durante o do seminário de Pensadores e Desenvolvimento do Brasil, realizado pela Fundação Getúlio Vargas, que aconteceu nesta segunda-feira (10) no Rio de Janeiro, o ministro da Educação, Fernando Haddad, falou sobre a situação do ensino fundamental no país e que os investimentos por aluno estão aumentando a cada década.

“Educação não custa barato, demanda tempo, mas é o melhor investimento que se pode fazer. E nós conseguimos colher esse resultado”, afirmou o ministro.

Haddad aproveitou a sua fala para argumentar também sobre a qualidade de ensino que existe nas universidades brasileiras. “A universidade brasileira é líder inconteste entre as universidades latino-americanas”, garantiu.

“Somos o 13º país do mundo em produção científica; estamos resgatando atraso de um século, quando a classe dominante do Brasil perdeu várias oportunidades de criar uma escola pública republicana de qualidade”, disse o ministro.

Porém, o ministrou ainda comentou sobre as dificuldades em realizar uma nova reforma educacional focada nos estudantes do ensino médio, como a ampliação do turno para ensino integral. “O ensino médio é um nó a desatar; temos aí um grande caminho pela frente”, avaliou.