Publicado em: sábado, 12/11/2011

Haddad critica governo de Kassab após ser confirmado candidato do PT

O ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), agora também candidato do PT à prefeitura de São Paulo para as eleições de 2012, criticou a atual gestão do prefeito Gilberto Kassab (PSD) e se colocou como uma oposição ao governo. O partido de Kassab faz parte da base aliada do governo de Dilma Rousseff no nível federal. A candidatura de Haddad foi garantida depois que o PT se mobilizou para entrar em um acordo com outros integrantes que pretendiam lançar pré-candidatura e realizar prévias.

“O sentimento da militância do PT é de mudança, e não de continuidade. O que caracteriza o partido quando ele se apresenta à cidade como de oposição ou de situação é isso: o sentimento de continuidade ou de mudança. As coisas precisam mudar em São Paulo,” defendeu Haddad. Para o atual ministro, São Paulo vive em um descompasso em relação ao restante do país.

A campanha de Haddad vai enfatizar o plano de melhorar a condição de vida dos moradores da cidade “da porta para fora”. “Da porta para dentro, o governo Lula já provocou uma mudança na vida das pessoas. Queremos fazer chegar a São Paulo os principais programas do governo federal”, explicou Haddad. O candidato do PT listou uma série de projetos federais que nunca foram implementados em São Paulo.

Uma das exigências dos outros integrantes do PT que lançariam candidaturas próprias era que Haddad fizesse o discurso da oposição. O ministro da Educação foi questionado por jornalistas sobre uma possível aliança com Kassab, mas a resposta foi “deixa isso para a próxima”.